Pesquisar este blog

domingo, 15 de setembro de 2013

1-PEDRO -2- SALMOS-21

 1 Portanto, livrem-se de toda maldade e de todo engano, hipocrisia, inveja e toda espécie de maledicência.
2 Como crianças recém-nascidas, desejem de coração o leite espiritual puro, paraque por meio dele cresçam para a salvação,
3 agora que provaram que o Senhor é bom.

A pedra viva e um povo escolhido

4 À medida que se aproximam dele, a pedra viva - rejeitada pelos homens, mas escolhida por Deus e preciosa para ele -,
5 vocês também estão sendo utilizados como pedras vivas na edificação de uma casa espiritual para serem sacerdócio santo, oferecendo sacrifícios espirituais aceitáveis a Deus, por meio de Jesus Cristo.
6 Pois assim é dito na Escritura:
"Eis que ponho em Sião
uma pedra angular,
escolhida e preciosa,
e aquele que nela confia
jamais será envergonhado".
7 Portanto, para vocês, os que creem, esta pedra é preciosa; mas, para os que não creem,
"a pedra que os construtores rejeitaram
tornou-se a pedra angular"
8 e
"pedra de tropeço
e rocha que faz cair".
Os que não creem tropeçam, porque desobedecem à mensagem; para o que também foram destinados.
9 Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.
10 Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido misericórdia, mas agora a receberam.
11 Amados, insisto em que, como estrangeiros e peregrinos no mundo, vocês se abstenham dos desejos carnais que guerreiam contra a alma.
12 Vivam entre os pagãos de maneira exemplar para que, mesmo que eles os acusem de praticar o mal, observem as boas obras que vocês praticam e glorifiquem a Deus no dia da intervenção dele.

O respeito pela autoridade

13 Por causa do Senhor, sujeitem-se a toda autoridade constituída entre os homens; seja ao rei, como autoridade suprema,
14 seja aos governantes, como por ele enviados para punir os que praticam o mal e honrar os que praticam o bem.
15 Pois é da vontade de Deus que, praticando o bem, vocês silenciem a ignorância dos insensatos.
16 Vivam como pessoas livres, mas não usem a liberdade como desculpa para fazer o mal; vivam como servos de Deus.
17 Tratem a todos com o devido respeito: amem os irmãos, temam a Deus e honrem o rei.
18 Escravos, sujeitem-se a seus senhores com todo o respeito, não apenas aos bons e amáveis, mas também aos maus.
19 Porque é louvável que, por motivo de sua consciência para com Deus, alguém suporte aflições sofrendo injustamente.
20 Pois que vantagem há em suportar açoites recebidos por terem cometido o mal? Mas, se vocês suportam o sofrimento por terem feito o bem, isso é louvável diante de Deus.
21 Para isso vocês foram chamados, pois também Cristo sofreu no lugar de vocês, deixando exemplo, para que sigam os seus passos.
22 "Ele não cometeu
pecado algum,
e nenhum engano
foi encontrado em sua boca."
23 Quando insultado, não revidava; quando sofria, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça.
24 Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, a fim de que morrêssemos para os pecados e vivêssemos para a justiça; por suas feridas vocês foram curados.
25 Pois vocês eram como ovelhas desgarradas, mas agora se converteram ao Pastor e Bispo de suas almas.
1 O rei se alegra na tua força, ó Senhor!
Como é grande a sua exultação
pelas vitórias que lhe dás!
2 Tu lhe concedeste o desejo do seu coração
e não lhe rejeitaste o pedido
dos seus lábios.
3 Tu o recebeste dando-lhe ricas bênçãos,
e em sua cabeça
puseste uma coroa de ouro puro.
4 Ele te pediu vida, e tu lhe deste!
Vida longa e duradoura.
5 Pelas vitórias que lhe deste,
grande é a sua glória;
de esplendor e majestade o cobriste.
6 Fizeste dele uma grande bênção para sempre
e lhe deste a alegria da tua presença.
7 O rei confia no Senhor:
por causa da fidelidade do Altíssimo
ele não será abalado.
8 Tua mão alcançará todos os teus inimigos;
tua mão direita atingirá todos os que te odeiam.
9 No dia em que te manifestares
farás deles uma fornalha ardente.
Na sua ira o Senhor os devorará,
um fogo os consumirá.
10 Acabarás com a geração deles na terra,
com a sua descendência entre os homens.
11 Embora tramem o mal contra ti
e façam planos perversos,
nada conseguirão;
12 pois tu os porás em fuga
quando apontares para eles o teu arco.
13 Sê exaltado, Senhor, na tua força!
Cantaremos e louvaremos o teu poder.


Postar um comentário