Pesquisar este blog

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

MATEUS-7PROVÉRBIOS-11




  

Julgar os outros

1 "Não julguem, para que vocês não sejam julgados.
2 Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês.
3 "Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho?
4 Como você pode dizer ao seu irmão: 'Deixe-me tirar o cisco do seu olho', quando há uma viga no seu?
5 Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão.
6 "Não deem o que é sagrado aos cães, nem atirem suas pérolas aos porcos; caso contrário, estes as pisarão e, aqueles, voltando-se contra vocês, os despedaçarão.

Peça, procure, bata

7 "Peçam, e será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta será aberta.
8 Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e àquele que bate, a porta será aberta.
9 "Qual de vocês, se seu filho pedir pão, lhe dará uma pedra?
10 Ou, se pedir peixe, lhe dará uma cobra?
11 Se vocês, apesar de serem maus, sabem dar boas coisas aos seus filhos, quanto mais o Pai de vocês, que está nos céus, dará coisas boas aos que lhe pedirem!
12 Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles façam a vocês; pois esta é a Lei e os Profetas.

Duas portas

13 "Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela.
14 Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram.

A árvore e os seus frutos

15 "Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores.
16 Vocês os reconhecerão por seus frutos. Pode alguém colher uvas de um espinheiro ou figos de ervas daninhas?
17 Semelhantemente, toda árvore boa dá frutos bons, mas a árvore ruim dá frutos ruins.
18 A árvore boa não pode dar frutos ruins, nem a árvore ruim pode dar frutos bons.
19 Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e lançada ao fogo.
20 Assim, pelos seus frutos vocês os reconhecerão!
21 "Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.
22 Muitos me dirão naquele dia: 'Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?'
23 Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês que praticam o mal!

A casa sobre a rocha

24 "Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha.
25 Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha.
26 Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia.
27 Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda".
28 Quando Jesus acabou de dizer essas coisas, as multidões estavam maravilhadas com o seu ensino,
29 porque ele as ensinava como quem tem autoridade, e não como os mestres da lei.




 1 O Senhor repudia balanças desonestas, mas os pesos exatos lhe dão prazer.
2 Quando vem o orgulho, chega a desgraça, mas a sabedoria está com os humildes.
3 A integridade dos justos os guia, mas a falsidade dos infiéis os destrói.
4 De nada vale a riqueza no dia da ira divina, mas a retidão livra da morte.
5 A retidão dos irrepreensíveis lhes abre um caminho reto, mas os ímpios são abatidos por sua própria impiedade.
6 A justiça dos justos os livra, mas o desejo dos infiéis os aprisiona.
7 Quando morre o ímpio, sua esperança perece; tudo o que ele esperava do seu poder dá em nada.
8 O justo é salvo das tribulações, e estas são transferidas para o ímpio.
9 Com a boca o ímpio pretende destruir o próximo, mas pelo seu conhecimento o justo se livra.
10 Quando os justos prosperam, a cidade exulta; quando os ímpios perecem, há cantos de alegria.
11 Pela bênção dos justos a cidade é exaltada, mas pela boca dos ímpios é destruída.
12 O homem que não tem juízo ridiculariza o seu próximo, mas o que tem entendimento refreia a língua.
13 Quem muito fala trai a confidência, mas quem merece confiança guarda o segredo.
14 Sem diretrizes a nação cai; o que a salva é ter muitos conselheiros.
15 Quem serve de fiador certamente sofrerá, mas quem se nega a fazê-lo estáseguro.
16 A mulher bondosa conquista o respeito, mas os homens cruéis só conquistam riquezas.
17 Quem faz o bem aos outros, a si mesmo o faz; o homem cruel causa o seu próprio mal.
18 O ímpio recebe salários enganosos, mas quem semeia a retidão colhe segura recompensa.
19 Quem permanece na justiça viverá, mas quem sai em busca do mal corre para a morte.
20 O Senhor detesta os perversos de coração, mas os de conduta irrepreensível dão-lhe prazer.
21 Esteja certo de que os ímpios não ficarão sem castigo, mas os justos serão poupados.
22 Como anel de ouro em focinho de porco, assim é a mulher bonita, mas indiscreta.
23 O desejo dos justos resulta em bem; a esperança dos ímpios, em ira.
24 Há quem dê generosamente, e vê aumentar suas riquezas; outros retêm o que deveriam dar, e caem na pobreza.
25 O generoso prosperará; quem dá alívio aos outros, alívio receberá.
26 O povo amaldiçoa aquele que esconde o trigo, mas a bênção coroa aquele que logo se dispõe a vendê-lo.
27 Quem procura o bem será respeitado; já o mal vai de encontro a quem o busca.
28 Quem confia em suas riquezas certamente cairá, mas os justos florescerão como a folhagem verdejante.
29 Quem causa problemas à sua família herdará somente vento; o insensato será servo do sábio.
30 O fruto da retidão é árvore de vida, e aquele que conquista almas é sábio.
31 Se os justos recebem na terra a punição que merecem, quanto mais o ímpio e o pecador!

Postar um comentário