Pesquisar este blog

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

JÓ 13-Efesios-6


       1 "Meus olhos viram tudo isso, meus ouvidos o ouviram e entenderam.
2 O que vocês sabem, eu também sei; não sou inferior a vocês.
3 Mas desejo falar ao Todo-poderoso e defender a minha causa diante de Deus.
4 Vocês, porém, me difamam com mentiras; todos vocês são médicos que de nada valem!
5 Se tão somente ficassem calados, mostrariam sabedoria.
6 Escutem agora o meu argumento; prestem atenção à réplica de meus lábios.
7 Vocês vão falar com maldade em nome de Deus? Vão falar enganosamente a favor dele?
8 Vão revelar parcialidade por ele? Vão defender a causa a favor de Deus?
9 Tudo iria bem se ele os examinasse? Vocês conseguiriam enganá-lo como podem enganar os homens?
10 Com certeza ele os repreenderia se, no íntimo, vocês fossem parciais.
11 O esplendor dele não os aterrorizaria? O pavor dele não cairia sobre vocês?
12 As máximas que vocês citam são provérbios de cinza; suas defesas não passam de barro.
13 "Aquietem-se e deixem-me falar, e aconteça comigo o que acontecer.
14 Por que me ponho em perigo e tomo a minha vida em minhas mãos?
15 Embora ele me mate, ainda assim esperarei nele; certo é que defenderei os meus caminhos diante dele.
16 Aliás, será essa a minha libertação, pois nenhum ímpio ousaria apresentar-se a ele!
17 Escutem atentamente as minhas palavras; que os seus ouvidos acolham o que eu digo.
18 Agora que preparei a minha defesa, sei que serei justificado.
19 Haverá quem me acuse? Se houver, ficarei calado e morrerei.
20 "Concede-me só estas duas coisas, ó Deus, e não me esconderei de ti:
21 Afasta de mim a tua mão e não mais me assustes com os teus terrores.
22 Chama-me, e eu responderei, ou deixa-me falar, e tu responderás.
23 Quantos erros e pecados cometi? Mostra-me a minha falta e o meu pecado.
24 Por que escondes o teu rosto e me consideras teu inimigo?
25 Atormentarás uma folha levada pelo vento? Perseguirás a palha?
26 Pois fazes constar contra mim coisas amargas e me fazes herdar os pecados da minha juventude.
27 Acorrentas os meus pés e vigias todos os meus caminhos, pondo limites aos meus passos.
28 "Assim o homem se consome como coisa podre, como a roupa que a traça vai roendo


Filhos e pais

1 Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é justo.
2 "Honra teu pai e tua mãe" - este é o primeiro mandamento com promessa -
3 "para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra".
4 Pais, não irritem seus filhos; antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor.

Trabalhadores e patrões

5 Escravos, obedeçam a seus senhores terrenos com respeito e temor, com sinceridade de coração, como a Cristo.
6 Obedeçam-lhes, não apenas para agradá-los quando eles os observam, mas como escravos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus.
7 Sirvam aos seus senhores de boa vontade, como servindo ao Senhor, e não aos homens,
8 porque vocês sabem que o Senhor recompensará cada um pelo bem que praticar, seja escravo, seja livre.
9 Vocês, senhores, tratem seus escravos da mesma forma. Não os ameacem, uma vez que vocês sabem que o Senhor deles e de vocês está nos céus, e ele não faz diferença entre as pessoas.

A armadura de Deus

10 Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder.
11 Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo,
12 pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais.
13 Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo.
14 Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça
15 e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz.
16 Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno.
17 Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus.
18 Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos.
19 Orem também por mim, para que, quando eu falar, seja-me dada a mensagem a fim de que, destemidamente, torne conhecido o mistério do evangelho,
20 pelo qual sou embaixador preso em correntes. Orem para que, permanecendo nele, eu fale com coragem, como me cumpre fazer.

Saudações finais

21 Tíquico, o irmão amado e fiel servo do Senhor, informará tudo a vocês, para que também saibam qual é a minha situação e o que estou fazendo.
22 Enviei-o a vocês por essa mesma razão, para que saibam como estamos e para que ele os encoraje.
23 Paz seja com os irmãos e amor com fé da parte de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo.
24 A graça seja com todos os que amam a nosso Senhor Jesus Cristo com amor incorruptíve
Postar um comentário