Pesquisar este blog

sábado, 12 de outubro de 2013

LEVITICO-2-APOCALIPSE-




A oferta de cereais

1 "Quando alguém trouxer uma oferta de cereal ao Senhor, terá que ser da melhor farinha. Sobre ela derramará óleo, colocará incenso
2 e a levará aos descendentes de Arão, os sacerdotes. Um deles apanhará um punhado da melhor farinha com óleo e com todo o incenso e os queimará no altar como porção memorial. É oferta preparada no fogo, de aroma agradável ao Senhor.
3 O que restar da oferta de cereal pertence a Arão e a seus descendentes; é parte santíssima das ofertas dedicadas ao Senhor, preparadas no fogo.
4 "Se um de vocês trouxer uma oferta de cereal assada no forno, seja da melhor farinha: bolos feitos sem fermento, amassados com óleo, ou pães finos sem fermento e untados com óleo.
5 Se a sua oferta de cereal for prepara­da numa assadeira, seja da melhor farinha, amas­sada com óleo e sem fermento.
6 Divida-a em pedaços e derrame óleo sobre ela; é uma oferta de cereal.
7 Se a sua oferta de cereal for cozida numa panela, seja da melhor farinha com óleo.
8 Traga ao Senhor a oferta de cereal feita desses ingredientes e apresente-a ao sacer­dote, que a levará ao altar.
9 Ele apanhará a porção memorial da oferta de cereal e a queimará no altar; é oferta preparada no fogo, de aroma agra­dável ao ­Senhor.
10 O restante da oferta de cereal pertence a Arão e a seus descendentes; é parte santíssima das ofertas dedicadas ao Senhor, preparadas no fogo.
11 "Nenhuma oferta de cereal que vocês trouxerem ao Senhor será feita com fermento, pois vocês não queimarão fermento nem mel como oferta preparada no fogo ao Senhor.
12 Po­dem trazê-los como oferta dos primeiros frutos ao Senhor, mas não podem oferecê-los no altar como aroma agradável.
13 Temperem com sal todas as suas ofertas de cereal. Não excluam de suas ofertas de cereal o sal da aliança do seu Deus; acrescentem sal a todas as suas ofertas.
14 "Se você trouxer ao Senhor uma ofer­ta de cereal dos primeiros frutos, ofereça grãos esmagados de cereal novo, tostados no fogo.
15 So­bre ela derrame óleo e coloque incenso; é oferta de cereal.
16 O sacerdote queimará a por­ção memorial do cereal esmagado e do óleo, com todo o incenso, como uma ofer­ta ao Senhor preparada no fogo.

O livro e o Cordeiro

1 Então vi na mão direita daquele que está assentado no trono um livro em forma de rolo, escrito de ambos os lados e selado com sete selos.
2 Vi um anjo poderoso, proclamando em alta voz: "Quem é digno de romper os selos e de abrir o livro?"
3 Mas não havia ninguém, nem no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, que pudesse abrir o livro ou sequer olhar para ele.
4 Eu chorava muito, porque não havia ninguém que fosse digno de abrir o livro e de olhar para ele.
5 Então um dos anciãos me disse: "Não chore! Eis que o Leão da tribo de Judá, a Raiz de Davi, venceu para abrir o livro e os seus sete selos".
6 Depois vi um Cordeiro, que parecia ter estado morto, em pé, no centro do trono, cercado pelos quatro seres viventes e pelos anciãos. Ele tinha sete chifres e sete olhos, que são os sete espíritos de Deus enviados a toda a terra.
7 Ele se aproximou e recebeu o livro da mão direita daquele que estava assentado no trono.
8 Ao recebê-lo, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro. Cada um deles tinha uma harpa e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos;
9 e eles cantavam um cântico novo:
"Tu és digno de receber o livro
e de abrir os seus selos,
pois foste morto
e com teu sangue compraste para Deus
gente de toda tribo, língua, povo e nação.
10 Tu os constituíste reino
e sacerdotes
para o nosso Deus,
e eles reinarão sobre a terra".
11 Então olhei e ouvi a voz de muitos anjos, milhares de milhares e milhões de milhões. Eles rodeavam o trono, bem como os seres viventes e os anciãos,
12 e cantavam em alta voz:
"Digno é o Cordeiro
que foi morto
de receber poder, riqueza, sabedoria, força,
honra, glória e louvor!"
13 Depois ouvi todas as criaturas existentes no céu, na terra, debaixo da terra e no mar, e tudo o que neles há, que diziam:
"Àquele que está assentado
no trono
e ao Cordeiro
sejam o louvor, a honra,
a glória e o poder,
para todo o sempre!"
14 Os quatro seres viventes disseram: "Amém", e os anciãos prostraram-se e o adoraram.
Postar um comentário